O Presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, fez esta sexta-feira a sua primeira aparição pública desde o golpe militar desta semana. O chefe de Estado compareceu a uma cerimónia de entrega de diplomas universitários em Harare.
O chefe de Estado de 93 anos vestia uma toga azul para esta receção na Universidade Aberta de Zimbábue.
Colocado em prisão domiciliária na noite de terça para quarta-feira, o chefe de Estado zimbabueano, de 93 anos, encontrou-se esta quinta-feira à tarde, pela primeira vez, com o chefe do exército no edifício presidencial em Harare. No encontro, Robert Mugabe recusou categoricamente ceder o poder aos militares e afastar-se da liderança do Zimbabué.
O exército zimbabueano tomou na madrugada de quarta-feira a televisão estatal, assumiu o controlo de edifícios oficiais e anunciou a detenção de Robert Mugabe, e da sua mulher, Grace.
Até à data, os militares rejeitaram a ideia de que esta crise, que também envolveu a detenção de vários ministros, é um “golpe de Estado”.
Robert Mugabe está no poder desde a independência do Zimbabué, em 1980, e é o candidato da Zanu-PF às eleições presidenciais de 2018.