Foi no coração da Beira Alta que se realizaram os Campeonatos Nacionais Escolares 2018, no escalão de juvenis, sob a égide do Ministério da Educação, numa organização conjunta da Direção-Geral da Educação (Coordenação Nacional do Desporto Escolar), da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (Direção de Serviços Regional do Centro) e da autarquia de Viseu, sendo que o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, esteve presente na cerimónia de abertura.

Estiveram presentes no evento 1.670 participantes (alunos, alunos árbitros, professores), 1.300 participantes (alunos, alunos árbitros, professores) nos projetos complementares de Basquetebol 3×3 e Tag Rugby, 285 alunos voluntários e 222 elementos da organização provenientes de todo o País e da Madeira.

Em Viseu estiveram em competição os alunos apurados nos Campeonatos Regionais das cinco direções de serviço das Regiões do Continente, bem como, alunos em representação da Madeira, que competiram em 12 modalidades, femininos e masculinos, nomeadamente, andebol, atletismo, badminton, basquetebol, boccia, desportos gímnicos, futsal, golfe, natação, ténis de mesa, voleibol e xadrez, e dois projetos complementares (Basquetebol 3×3 e Tag Rugby) em 16 locais diferentes, sendo que, pelo segundo ano, decorreu a iniciativa Desporto Escolar Solidário, em que foram recolhidos bens alimentares para doar a instituições locais.
De destacar que foi lançada a iniciativa Desporto Escolar Sustentável, em colaboração com a Associação Zero e a Águas de Portugal, em que cada participante recebeu um cantil, evitando, assim, que centenas de quilos de plástico fossem desperdiçadas, tendo sido monitorizados os consumos e feita a avaliação da pegada ambiental do evento para que, em 2019, os campeonatos passem, em definitivo, a ser um exemplo de evento desportivo sustentável.