A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica apreendeu cerca de quatro toneladas de carne que estava imprópria para consumo numa unidade industrial na zona de Tarouca, no distrito de Viseu.
A apreensão tem um valor calculado em cerca de dez mil euros, e a ação de fiscalização foi feita numa “indústria de produção de produtos à base de carne e entreposto frigorífico”, indicou a ASAE, numa nota enviada este sábado à Lusa.
Além disso, a ação de fiscalização resultou ainda “na suspensão parcial da atividade” da empresa, designadamente de “quatro câmaras de congelação, por incumprimento grave dos requisitos gerais e específicos de higiene”, acrescenta a ASAE na mesma nota.
A entidade responsável instaurou ainda um “processo-crime por comercialização de produtos anormais avariados” e um “processo de contraordenação por incumprimento dos requisitos gerais e específicos de higiene e falta de rastreabilidade”.
Os inspetores da ASAE aperceberam-se de que a carne congelada tinha “sinais de queimaduras, desidratação e alteração de coloração e acumulação de cristais de gelo”.