O clube UD Vilafranquense anunciou através de um comunicado partilhado na passada terça-feira na rede social Facebook, que os jogos na época de 2019/2020 serão disputados no Estádio Municipal de Rio Maior.

O clube recém-promovido à II Liga, explica que as exigências apresentadas pela Liga para que pudesse ser utilizado o Campo do Cevadeiro, em Vila Franca de Xira, «não são realisticamente possíveis de concretizar dentro dos prazos exigíveis.»

Segundo o comunicado da SAD: “a Liga exigiu à SAD e à Câmara Municipal um comprometimento inexequível, considerando a natureza legal do processo que antecede as obras necessárias, ou seja, teria de existir já firmada uma data limite para as mesmas estarem concluídas antes do fim do presente ano, sob pena de que, se tal não viesse a acontecer no prazo estabelecido, a equipa seria penalizada e impedida de prosseguir na Liga Pro, caindo de imediato para o Campeonato de Portugal.».

Depois de terem sido descartadas hipóteses mais próximas como Massamá, Cartaxo e Estádio Nacional em Oeiras, a SAD ribatejana teve mesmo de optar pelo Estádio Municipal de Rio Maior: «a SAD lamenta a distância física que temporariamente irá existir entre a cidade e o seu clube.»

A SAD garante ainda que irá: «solucionar com a maior brevidade possível tudo o que envolver e estiver relacionado com os adeptos e simpatizantes da UD Vilafranquense de modo a que estes possam apoiar inequivocamente o clube da cidade mesmo a 50 quilómetros de distância.»

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here