O presidente do Benfica viajou até Inglaterra com o braço-direito de Jorge Mendes, Hugo Valdir, para negociar o médio.

João Carvalho já há algum tempo é seguido por clubes ingleses, que olham para o médio com agrado e com a certeza de que se trata de mais um produto português com condições para singrar, sendo que Manchester United, Arsenal e Tottenham já foram associados ao atleta.

O Benfica estabeleceu no contrato com o jogador uma cláusula de 30 milhões de euros, se bem que, a haver negócio, será por valores inferiores, ainda que com o Benfica a tentar potenciar um jogador formado na casa, mas que não tem tido espaço nas escolhas de Rui Vitória.