Frederico Varandas continua a tentar resolver problemas e em breve, muito provavelmente esta semana, pode fechar dois dos dossiers mais importantes no que ao futebol profissional diz respeito, pois tudo indica que o presidente leonino chegará a acordo com o Wolverhampton e o Atlético Madrid pelas transferências de, respetivamente, Rui Patrício e Gelson Martins, o que, a confirmar-se, pode permitir aos leões um encaixe financeiro de €50 M.

O acordo com o emblema inglês, para onde se transferiu Rui Patrício, pode ficar fechado nos €20 M, ou seja, mais €2 M em relação à proposta inicial (€18 M), enquanto em relação a Gelson Martins, que assinou pelo Atl. Madrid, Varandas terá conseguido mais €5 M em relação aos €25 M propostos inicialmente, e recusados, pela Comissão de Gestão, chegando então o extremo aos €30 M. Tudo somado são €50 M, verba que permitirá aos leões fazer face a alguns compromissos, entre eles o pagamento de uma tranche aos argentinos do Racing relativa à transferência de Marcos Acuña na ordem dos €1,65 M, montante que já deveria ter sido saldado no passado mês de julho. Os responsáveis do clube argentino chegaram a ponderar avançar com uma queixa na FIFA, mas a chegada de Frederico Varandas à presidência dos leões reabriu a via do diálogo, pelo que o Racing aceitou prolongar o prazo para o pagamento do montante em dívida.