O vice-presidente do Benfica, Varandas Fernandes, veio a público esta quinta-feira exigir ação por parte das autoridades em torno da divulgação da suposta identidade do ‘hacker’ que alegadamente roubou informação ao clube da Luz para posterior divulgação por parte de FC Porto e Sporting.
«Foi o diretor de comunicação do FC Porto que exibiu o produto desse roubo. Essa informação roubada veio a ser partilhada para divulgação em blogues afetos ao Sporting, muito provavelmente com a conveniência da anterior direção do clube. Alguém acredita que um hacker, conhecido por vender informações que obtém de forma ilegal, iria oferecer essa informação a troco de nada?», atirou o dirigente do Benfica, não poupando FC Porto e Sporting:

«Sabe-se que o diretor de comunicação do FC Porto está constituído arguido. Duas decisões já concluídas dão razão ao Benfica e condenam o crime de divulgação de correspondência privada por parte do FC Porto. Acreditamos que a Justiça conseguirá provar a forma e as contrapartidas financeiras que estiveram por trás do modo como o FC Porto conseguiu a informação roubada ao Benfica. E registamos também a forma atabalhoada e apressada em virem dizer que não tinham paga nada. Acreditamos que a Justiça saberá desmontar todo este circuito. Acreditamos que não haverá branqueamento de responsabilidades.»