Cerca de um milhão de portugueses, com 65 ou mais anos de idade, já se vacinou contra a gripe, de acordo com os novos dados do Vacinómetro, que monitoriza a vacinação contra a gripe em grupos prioritários.
Relativamente ao mesmo período da época gripal anterior, regista-se uma taxa de vacinação superior para todos os grupos, com exceção dos profissionais de saúde, cujos valores se mantêm semelhantes. Os autores do Vacinómetro destacam que, entre a população não vacinada, 34,4% tenciona vacinar-se contra a gripe, durante esta época. Sobre os motivos que levaram à vacinação, a percentagem maior foi por recomendação do médico, seguindo-se a iniciativa própria, no contexto de uma iniciativa laboral e porque sabem que fazem parte de um grupo de risco para a gripe.
Por recomendação do farmacêutico foram vacinadas 0,5% das pessoas. A vacinação contra a gripe é fortemente recomendada para os grupos alvo prioritários, entre os quais as pessoas com idade igual ou superior a 65 anos, os doentes crónicos e imunodeprimidos com seis ou mais meses de idade, as grávidas, os profissionais de saúde e outros prestadores de cuidados, como por exemplo os lares de idosos. Lançado em 2009, o Vacinómetro permite monitorizar em tempo real a taxa de cobertura da vacinação contra a gripe em grupos prioritários recomendados pela Direção-Geral da Saúde.