A circulação automóvel vai ser cortada na EN109, em Mira, devido aos fumos tóxicos e ao perigo de explosão na zona industrial, onde persiste um incêndio alimentado por resíduos industriais, anunciou a Proteção Civil.
O corte de circulação vai durar por tempo indeterminado, até à conclusão das operações de rescaldo. Inclui o acesso à autoestrada A17 a partir da rotunda do Seixo de Mira (no limite norte do concelho).
A autoestrada vai continuar aberta, apesar da proximidade do Polo I da zona industrial, “que será evacuada”, segundo disse à agência Lusa o presidente da Câmara de Mira, Raul Almeida.
A decisão de cortar o trânsito na movimentada EN109 foi tomada após uma vistoria à zona industrial feita por uma equipa especializada dos Bombeiros Sapadores de Coimbra.