Caminhava o jogo entre Arouca e Leixões para o intervalo quando acesa troca de palavras entre Carlos Pinho e Paulo Lopo, respetivamente o presidente do clube local e o líder da SAD dos visitantes, ganhou proporção de séria confrontação, envolvendo outras pessoas e agitando as bancadas.

Joel Pinho, dirigente dos locais, teve de acalmar o pai, tapando-lhe a boca, quando este se revelava irado com o comportamento do leixonense. Alguns agentes tiveram de subir aos camarotes para serenar os ânimos.

A relação entre ambos já tinha estalado na época passada, então no Estádio do Mar, num Leixões-Arouca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here