O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê uma passagem de ano gelada devido à influência de “um anticiclone localizado sobre o Golfo da Biscaia e por uma depressão”.
Esta previsão diz respeito a Portugal continental e indica ainda que as temperaturas mínimas poderão chegar aos dois graus negativos.
“A temperatura máxima do ar deverá variar entre 14 e 18ºC, exceto no interior Norte e Centro onde deverá variar entre 8 e 14ºC. A temperatura mínima do ar deverá variar entre -2 e 4ºC nas regiões do interior Norte e Centro, entre 8 e 10ºC no Algarve e entre 4 e 8ºC no restante território. Prevê-se ainda formação de geada em alguns locais do interior, em especial do Norte e Centro”, lê-se no site do IPMA.
Já no arquipélago dos Açores, “devido a uma superfície frontal fria com ondulações”, prevê-se, para este domingo, que o céu se apresente muito nublado com a ocorrência de períodos de chuva. Nas Flores e no Corvo o céu deverá apresentar-se com abertas e por vezes poderão ocorrer aguaceiros. Para os dias 31 de dezembro e 1 de Janeiro já é prevista uma melhoria do tempo. O mesmo anticiclone que vai afetar o continente, vai influenciar também a Madeira. “Entre os dias 31 de dezembro e 1 de janeiro de 2019, prevê-se a aproximação de uma superfície frontal fria, por oeste, a este arquipélago”, lê-se num comunicado publicado no site do IPMA.
“A temperatura máxima deverá variar entre 17 e 21ºC, embora nas terras altas seja inferior, entre 9 e 12ºC. Em relação à temperatura mínima, os valores deverão variar entre 13 e 16ºC, e nas terras altas, entre 3 e 9ºC”, conclui o Instituto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here