As 12 crianças e o seu treinador de futebol, presos há mais de uma semana numa gruta na Tailândia, foram encontrados hoje com vida, anunciou o governador da província de Chiang Rai, Narongsak Osatanakorn.

Os rapazes, de 11 a 16 anos, e o seu técnico entraram na caverna Tham Luang Nang Non depois de uma partida de futebol dia 23 de junho, mas chuvas quase constantes desde então impediram as operações de resgate.
As autoridades já tinham expressado, durante as operações de resgate, as suas esperanças de que o grupo tivesse encontrado um local seco dentro da caverna e que continuassem vivos.
Várias centenas de socorristas, incluindo soldados norte-americanos e mergulhadores britânicos, participaram nas operações de busca e resgate dos jovens de uma das maiores grutas da Tailândia, na província de Chiang Rai.