Tudo começa em Santa Maria da Feira com o encontro Feirense-P. Ferreira (15h00), uma hora depois na vila das Aves joga-se o Aves-Chaves (16h00), seguido do Boavista-V. Guimarães (18h00), Sporting-Rio Ave (19h30) e Montalegre-Benfica (20h45).

No desafio de Santa Maria da Feira entra em campo a única equipa do dia da II Liga, depois do Leixões também da divisão secundária ter jogado e ganho na terça-feira ao Tondela, da I Liga.
No lançamento do jogo o treinador dos “fogaceiros”, Nuno Manta, pede uma equipa unida e acredita que contra o adversário a sua equipa irá mostrar o real valor. Do lado dos pacenses o técnico Vítor Oliveira encara o jogo com o máximo de seriedade e promete não fazer poupanças no plantel.

Na vila das Aves a equipa da casa, atual detentora do troféu, encara o desafio com o máximo de seriedade e o treinador José Mota aceita que a ser equipa ser a titular do troféu traz mais responsabilidade.
Entre os flavienses o técnico Tiago Fernandes admite dificuldades num jogo em que procura o êxito que tem faltado no campeonato.

No estádio do Bessa o treinador dos “axadrezados”, no lançamento do encontro, disse que triunfar é fundamental não só por se tratar da taça mas par criar uma dinâmica de vitória.
Entre os “conquistadores” o técnico Luís Castro disse que a sua equipa está a encarar o jogo como se fosse uma final.

Em Alvalade Sporting e Rio Ave lutarão pelo apuramento.
O treinador dos “leões” Marcel Keizer quer ver a equipa a manter a veia goleadora para carimbar a passagem aos quartos de final da competição. O técnico dos vila-condenses, José Gomes, considera que a chave da eliminatória está na concentração e no rigor.

Em Trás-os-Montes a única equipa do Campeonato de Portugal ainda em prova, o Montalegre, na palavra do treinador José Manuel Viage ninguém da sua formação vai jogar encolhido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here