Na sequência do incidente ocorrido, no sábado, em Santa Maria da Feira, relacionado com o sobrevoo no campo de formação do Clube Desportivo Feirense por um helicóptero ligeiro do Estado, a ANPC pediu um esclarecimento à Heliportugal, empresa responsável pela operação e manutenção da aeronave.
No seguimento desse pedido, a Heliportugal informou a ANPC que o piloto foi suspenso de todas as operações de voo e já abandonou o Centro de Meios Aéreos onde desempenhava funções, tendo sido substituído por outro.
Segundo a Proteção Civil, a Heliportugal instaurou também um inquérito de natureza disciplinar ao piloto.