O interesse do Sporting no regresso de Emiliano Insúa não é novo mas agora, perante a provável saída de Fábio Coentrão e o final de contrato do lateral argentino com o Estugarda, pode mesmo vir a consumar-se.

A administração da SAD já está no terreno para salvaguardar os seus interesses perante um alvo prioritário que, estando em final de vínculo, se torna apetecível para muitos emblemas. A favor do leão, contudo, joga também a vontade de Insúa. O lateral argentino, agora com 29 anos, nunca escondeu que gostaria de voltar a vestir de leão ao peito, onde esteve temporada e meia, entre 2011 e 2012, tendo depois rumado ao Atlético Madrid.
Uma vontade das duas partes que, no mercado de inverno da época passada, quase levou a um final feliz.
«Houve a opção do Sporting mas não chegámos a acordo. Quanto ao futuro, a verdade é que tive essa possibilidade de sair mas decidi ficar na Alemanha. Queria enfrentar este desafio», assumiu então Emiliano Insúa, cujo objetivo passava por colocar novamente o Estugarda na Bundesliga.
Com essa meta alcançada, e agora em final de contrato com os alemães, dificilmente o futuro do argentino passará pela continuidade no emblema da Bundesliga. E o Sporting, desde o fecho do mercado, voltou a afinar a mira para este alvo há muito definido.