A produção na construção, assim como os empregos e as remunerações voltaram a crescer em Abril, na comparação homóloga, mas a um ritmo mais lento que no mês anterior, informou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).
O índice de produção na construção subiu 1,6% em Abril, contra 2,7% registados em Março, enquanto os índices de emprego e de remunerações aumentaram 2% e 0,1%, respetivamente (2,5% e 1,2%, no mês anterior), segundo o INE.
A construção de edifícios, determinante para a evolução positiva da atividade, registou uma subida de 3,1%, menos 1,2 pontos percentuais na comparação com Março, enquanto o segmento da engenharia civil passou de um crescimento homólogo de 0,2% em março para uma diminuição de 0,7% em Abril.
O emprego na construção aumentou 2% em Abril em termos homólogos, revelando uma taxa de variação negativa de 0,6% relativamente ao mês anterior.
O índice das remunerações efetivamente pagas em abril, segundo o INE, mostrou uma subida em relação a abril de 2016 de 0,1% (1,2% em março) e quando comparado com o mês anterior, o índice das remunerações diminuiu 2,8% (-1,7% em abril de 2016).