O antigo preparador da seleção argentina e de Diego Armando Maradona, Fernando Signorini, criticou todos aqueles que não param de atacar Lionel Messi e defendeu que o goleador do Barcelona deveria ter-se naturalizado espanhol, porque nesta altura já seria campeão mundial.

«Quem me dera que ele tivesse naturalizado espanhol e já seria campeão mundial, mas depois diriam que se tinha vendido, porque não quis jogar pela seleção. Messi renunciou a muitos privilégios e estas críticas são miseráveis», afirmou Fernando Signorini, em declarações à « Súper Deportivo a Radio Villa Trinidad».