O prazo para troca de cinco chapas de notas de mil, dois mil, cinco mil e dez mil escudos termina na próxima sexta-feira, continuando em posse do público 4,2 milhões destas notas, no valor de 46,6 milhões de euros. Segundo adiantou à agência Lusa fonte do Banco de Portugal, estas notas prescrevem a 1 de Janeiro de 2018, o que significa que deixam de poder ser trocadas por euros, sendo 29 de Dezembro, inclusive, a data limite para troca nas tesourarias do banco central.
Em causa estão 2,7 milhões de notas de mil escudos-chapa 12 com a efígie de Teófilo Braga; 500 mil notas de dois mil escudos-chapa 1 com a efígie de Bartolomeu Dias; 700 mil notas de cinco mil escudos-chapas 2/2A com a efígie de Antero de Quental e 200 mil notas de dez mil escudos-chapa 1 com a efígie de Egas Moniz. Todas estas notas foram retiradas de circulação a 31 de dezembro de 1997. De acordo com o BdP, até 30 de abril de 2018 podem ainda ser trocadas as notas de 500 escudos-chapa 12 e, até 29 de fevereiro de 2022, inclusive, as notas de 500 escudos-chapa 13, mil escudos-chapa 13, dois mil escudos-chapa 2, cinco mil escudos-chapa 3 e 10 mil escudos-chapa 2. Em 30 de novembro passado encontravam-se ainda em posse do público 15,3 milhões destas notas, correspondentes a mais de 107 milhões de euros.