A Bandeira Azul vai ser hasteada este ano em 19 praias fluviais da região Centro e em 89 costeiras no Algarve, a somar às 224 no restante país, anunciou, na última sexta-feira, o presidente da Associação Bandeira Azul da Europa.
O galardão vai ser entregue a um total de 332 praias e também a 18 marinas, mais quatro do que no ano passado, e a sete embarcações ecoturísticas. As mais de 300 praias estão distribuídas por 86 concelhos, sendo 299 praias costeiras e 33 praias fluviais. A região Centro é a recordista das praias fluviais, com 16 bandeiras, seguindo-se a região Tejo com oito, o Norte com cinco e o Alentejo com quatro. O Algarve não tem nenhuma praia fluvial distinguida com Bandeira, mas lidera o número de galardões nas praias costeiras, com 89.
Em relação a 2017, há 12 novas praias, destacando-se as praias fluviais de Côja, no concelho de Arganil, e Senhora da Piedade, na Lousã, ambas no distrito de Coimbra. A Praia Fluvial da Louçainha, no concelho de Penela, ainda em Coimbra, também recupera a Bandeira Azul. As cerimónias oficiais de hastear das primeiras Bandeiras Azuis de 2018 estão agendadas para 01 de Junho na praia da Torreira, no concelho da Murtosa, Aveiro; dia 4, na praia fluvial de Monsaraz, em Reguengos de Monsaraz, e para o dia 19 na Marina de Gaia, em VN Gaia.