O sistema português contabiliza 225.447 hectares de floresta ardida este ano, valor inferior ao calculado pelo Sistema do Centro de Investigação Comum da Comissão Europeia, que regista 316.100 hectares.
Os números da área ardida foram avançados pela adjunta do comando nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar, no ‘briefing’ sobre os incêndios, realizado após a reunião semanal do Centro de Coordenação Operacional Nacional (CCON), ressalvando que estes dados vão aumentar quando for feita toda a validação no terreno.
Por sua vez, o Sistema do Centro de Investigação Comum da Comissão Europeia (EFFIS) contabilizou hoje 316.100 hectares de floresta ardida, apontando para quase 54.000 hectares queimados só no domingo, o pior dia do ano em número de fogos.