Em 2018, Portugal ocupava o 18.º lugar do ranking da revista de viagens norte-americana, Condé Nast Traveler.
Em apenas um ano, Portugal subiu 15 posições no ranking da revista de viagens norte-americana, passando do 18.º lugar para o terceiro, sendo apenas ultrapassado por Indonésia e pela Tailândia.
A edição de novembro da Condé Nast Traveler distingue os melhores destinos a nível mundial, assim como, os melhores hotéis, cidades, ilhas, cruzeiros e ‘spas’ com base na votação de cerca de 600 mil pessoas registadas. A acompanhar Portugal no top 20 dos melhores destinos constam apenas dois países europeus: a Grécia, em sétimo lugar, e Itália, em nono.
Portugal continua a marcar pontos na área do turismo e não é só como destino mundial. O país luso ficou também bem qualificado, no que toca ao top dos spas. O Vila Vita Parc, em Porches, no Algarve, arrecadou o terceiro lugar, ao passo que o Six Senses Douro Valley, em Lamego, ocupou a 13.ª posição.
Há cerca de 30 anos que a Condé Nast Traveler divulga estas votações aos leitores. Este ano tem sido bastante frutífero para o país das quinas, já que o país conta com 66 nomeações para os World Travel Awards, considerados os Óscares do Turismo. A final será em Mascate, Omã, a 26 de novembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here