O Marítimo foi, a seguir ao Sporting, a segunda equipa da Liga NOS a mudar de treinador esta época, depois de os resultados de Cláudio Braga não terem convencido.

A gota de água foi na receção ao Feirense, para a Taça de Portugal, que os insulares perderam por 0x3, e que se seguiu à eliminação na fase de grupos da Allianz Cup e também a um modesto 10.º lugar na Liga NOS, com 10 pontos em 10 jogos.

As duas partes assinaram uma rescisão amigável e ambas se elogiaram no fim da reunião, que decorreu esta segunda-feira e que finalizou a ligação entre ambos.

«Estou de consciência tranquila por ter feito tudo para que o treinador tivesse sucesso. Demos-lhe todas as condições. Infelizmente, as coisas não correram como todos esperávamos. Houve uma conversa franca e chegámos facilmente a um entendimento. O acordo foi amigável e quero enaltecer o comportamento do Cláudio Braga, que foi muito digno», registou o presidente Carlos Pereira.

Segue-se Petit. Segundo A Bola, o acordo já foi alcançado na noite de segunda-feira e a apresentação do novo técnico está para breve, tratando-se de um contrato até final da presente temporada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here