O Papa vai passar 22 horas em Portugal, entre celebrações na Cova da Iria, encontros com o Presidente da República, com o primeiro-ministro e com os bispos católicos portugueses.
Um programa preenchido, planeado ao minuto para os dias 12 e 13 de maio.
Francisco deve pisar solo português às 16h20 de sexta-feira. O voo papal aterra na Base Aérea de Monte Real e é ainda aí que decorre a cerimónia de boas-vindas e o encontro privado com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, às 16h35.
Às 16h55, Francisco visita a Capela da Base Aérea, onde rezaram Paulo VI (1967) e João Paulo II (1991).
Às 17h15, o Papa desloca-se de helicóptero até Fátima. Vinte minutos de viagem até ao Estádio de Fátima. Já em viatura aberta, Francisco ruma depois ao Santuário de Fátima.
A visita à Capelinha das Aparições é o primeiro momento da agenda do Papa no Santuário.

PÓRTICO DAS APARIÇÕES
No dia 12 de maio, o carro que transporta o Papa Francisco vai entrar pelo alto do Recinto de Oração do Santuário de Fátima onde se encontra desde o dia 27 de Novembro do ano passado o Pórtico o Ano Jubilar do Centenário das Aparições na Cova da Iria.
No Pórtico estão presentes os mesmos elementos que eram referência no pórtico de 1917: a cruz central e as lanternas.
UMA CAPELINHA EM HONRA DE N. SRA. FÁTIMA
Ao chegar ao Recinto de Oração do Santuário de Fátima, o carro que transporta o Papa segue em direção à Capelinha das Aparições. Esta será a primeira paragem do papa no Santuário e para rezar a Nossa Senhora de Fátima, no local onde em 1917 a “senhora vestida de branco” apareceu pela primeira vez aos pastorinhos.

A ACOLHEDORA CASA DE N. SRA. DO CARMO
De 12 para 13 o Papa pernoita na Casa de Nossa Senhora do Carmo. É aqui que janta no dia 12 e onde toma o pequeno almoço na manhã de 13 e almoça, já depois da missa, na companhia dos bispos portugueses. O apartamento que lhe está reservado é composto por três divisões: quarto, sala com televisão e escritório.

BASÍLICA N. SRA. DO ROSÁRIO
No dia 13 de maio, antes mesmo de celebrar a missa do centenário e da canonização dos pastorinhos, o Papa visita a Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima onde se encontram os túmulos de Jacinta, Francisco e Lúcia.

UM ALTAR DIGNO DE FÁTIMA
A missa de dia 13 que assinala o centenário das aparições de Fátima e a canonização de Francisco e Jacinta vai ser presidida pelo Papa, a partir do presbitério do Recinto de Oração. Um espaço de 600 metros quadrados totalmente remodelado em mármore e com uma cobertura em fibra de vidro.

A cerimónia de despedida ao Papa Francisco acontece às 14h45 de sábado, na Base Aérea de Monte Real. Às 15h00, o voo papal parte rumo a Roma.