A Polícia Judiciária deteve sete pessoas pela presumível autoria de crimes de corrupção activa e passiva, prevaricação, peculato e tráfico de influência.
Entre elas, estão o actual e o ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, Isidro Figueiredo e Hermínio Oliveira