Imagina um jogo dos campeonatos regionais com mais de oito mil pessoas nas bancadas? É difícil calcular um cenário assim tão generoso numa prova para amadores, mas esse jogo aconteceu mesmo. Lusitânia Lourosa-União de Lamas, jornada 28 da AF Aveiro com mais de oito mil espectadores nas bancadas. «Nem os mais velhos se recordam de termos tanta gente no nosso estádio», aponta com orgulho o presidente do clube, Hugo Mendes.
A presença de oito mil espectadores no campo do líder do campeonato local numa tarde de domingo frente a um rival foi um acontecimento fantástico, mas nem sequer é fenómeno isolado. «Temos em média três mil espectadores nos nossos jogos», congratula-se Hugo Mendes.

Perante estes números, o Lusitânia de Lourosa chama mais gente ao estádio onde joga de duas em duas semanas que todas as equipas da Liga 2 exceto a Académica e bate-se mesmo com muitos clubes da Liga. Participando hipoteticamente no ranking de assistências nos estádios, não seria último classificado.

Na região de Aveiro tem-se assistido ultimamente ao incrível despertar dos clubes regionais, boom acompanhado e associado às televisões locais e redes sociais. A AF Aveiro, com uma promoção incrível dos campeonatos locais num canal próprio, orgulha-se de ter duplicado o número de adeptos presentes nos estádios desde que há três anos fundou um canal próprio, onde os jogos são transmitidos. «Estamos a puxar pela paixão dos adeptos e eles correspondem», sinaliza o líder da associação local, Arménio Pinho.

O Lusitânia Lourosa parece ter encontrado um prémio para esta paixão toda e vai subir ao Campeonato de Portugal na próxima época. Está de parabéns por isso, mas as felicitações devem ser reforçadas. Ontem mesmo realizou a gala dos 94 anos de existência. «As pessoas não têm ideia, estamos perante um clube histórico», reclama o presidente.