Nove unidades móveis vão percorrer 708 aldeias e lugares da região Centro afetados pelos incêndios para sinalização das necessidades das famílias e esclarecimento dos cidadãos, agricultores e empresários.
A primeira unidade móvel arrancou hoje em Arganil, distrito de Coimbra, indo de porta a porta na aldeia de Vale de Moinho para esclarecer a população e sinalizar situações de necessidade social ou médica.
Na sexta-feira, começam também a funcionar unidades no distrito de Viseu e da Guarda, e, na próxima semana, estarão todas as nove unidades a funcionar,avançou a secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Joaquim, antes de acompanhar o início dos trabalhos da unidade móvel, em Arganil.
Além de Coimbra, Viseu e Guarda, a iniciativa abrange também concelhos dos distritos de Aveiro e Leiria.

.