O Museu Marítimo de Ílhavo foi visitado em 2017 por 85.427 pessoas, batendo assim o anterior recorde de visitantes alcançado em 2016, anunciou hoje a Câmara de Ílhavo que tutela a instituição.
Segundo uma nota camarária, no ano em que comemorou o seu 80.º aniversário, o MMI registou um crescimento de 5% de visitantes relativamente a 2016, ano em que ultrapassou pela primeira vez as oitenta mil entradas.
Este crescimento de visitantes deve-se à “qualidade e singularidade” do Museu, que é reconhecido em diversos países, ao facto de dispor de um aquário de bacalhaus e de um navio-museu e à dinâmica da programação e à oferta de atividades orientadas para a cultura do mar.
Os números alcançados em 2017 relacionam-se, também, com a programação especial que assinalou os oitenta anos de vida do Museu, com a reabertura aos domingos e com os efeitos positivos do afluxo de turistas a Ílhavo, à região de Aveiro e ao centro de Portugal.
Durante o ano de 2018, segundo as estimativas do município, o MMI registará um milhão de visitantes desde que abriu portas, ampliado e renovado, em 2001.

PROGRAMAÇÃO DO MÊS

Este mês arranca a nova programação do Museu que começa com as Visitas à Bolina, nos dias 6 e 7 de janeiro, e com o 5.º Aniversário do Aquário dos Bacalhaus, que se assinala a 13 de janeiro.
As comemorações são sobretudo dedicadas à família, com dois momentos que permitirão, por um lado, experimentar a tranquilidade e a beleza do Aquário dos Bacalhaus e, por outro lado, conhecer mais acerca do silencioso mundo destes habitantes das águas geladas do Atlântico Norte.
De manhã, a partir das 10:00, o Aquário ficará reservado a uma aula de Yoga para pais e filhos. À tarde, às 15:30, realiza-se uma visita especial que permitirá escutar o silêncio do fundo do mar. Durante este dia as visitas ao Museu Marítimo de Ílhavo são gratuitas, entre as 10:00 e as 18:00.