O antigo selecionador de futebol de Itália Azeglio Vicini, que levou a squadra azzura ao terceiro lugar no Mundial de 1990, morreu esta quarta-feira, aos 84 anos, segundo avança a imprensa transalpina.
Vicini, que enquanto jogador representou a Sampdoria e o Brescia, orientou, além da seleção principal, as equipas italianas de sub-23 e esperanças.
Azeglio Vicini assumiu o cargo de selecionador após o Mundial de 1986, substituindo Enzo Bearzot, e manteve-se no cargo até 1991, quando Arrigo Sachi assumiu o cargo.
Durante o Mundial de 1990, disputado em Itália, a seleção italiana foi afastada nas meias-finais pela Argentina, no desempate por grandes penalidades (4-3), impondo-se depois à Inglaterra, por 2-1, no jogo para atribuição do terceiro lugar.