Um médico acusado de homicídio por negligência pela morte de uma mulher, na urgência de Peniche do Centro Hospitalar do Oeste, começa a ser julgado a 07 de Novembro, no tribunal daquela comarca, disse fonte judicial. O juiz de Instrução Criminal de Leiria decidiu pronunciar o médico de clínica geral como autor do crime, de acordo com o despacho instrutório, datado de maio, depois de o Ministério Público ter arquivado o caso e de, em consequência, a família da vítima ter recorrido da decisão para o Tribunal da Relação de Lisboa. O médico está aposentado, mas continua a exercer na urgência de Peniche, através de uma empresa que presta serviços para o Centro Hospitalar do Oeste.
Os hospitais de Peniche e de Caldas da Rainha, assim como o de Torres Vedras, pertencem ao Centro Hospitalar do Oeste.