A Marinha e a Autoridade Marítima Nacional alertaram hoje para o agravamento do estado do mar nos próximos dias, com a previsão de uma ondulação “excecionalmente” forte na noite de sábado e manhã de domingo.
Em conferência de imprensa, o tenente Quaresma dos Santos, do Instituto Hidrográfico, avançou que este tipo de ondulação é “excecional” e só ocorre “duas ou três vezes por ano”, o que leva a que algumas barras que tradicionalmente não são fechadas venham a encerrar, salientando ainda que o pico da agitação marítima vai ocorrer na noite de sábado e madrugada de domingo, atingindo toda a costa Oeste, sendo o Algarve a região menos afetada.
O mesmo responsável disse que as ondas vão alcançar, durante esse período, 10 metros de altura, podendo chegar aos 15 metros.

Seis distritos de Portugal Continental e a Madeira estão hoje sob aviso laranja devido à previsão de chuva por vezes forte e acompanhada de trovoadas, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Aveiro e Viseu vão estar sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, entre as 15:00 e as 21:00 de hoje, devido à previsão de períodos de chuva, por vezes forte e acompanhada de trovoadas.