O mau tempo já originou centena e meia de ocorrências, em Portugal Continental, desde a tarde de ontem, como quedas de árvores ou inundações, sendo os distritos de Aveiro, Coimbra e Viseu os mais afetados, disse à Lusa fonte da Proteção Civil.
A ANPC registou diversas ocorrências em várias localidades da região de Coimbra, sobretudo nos concelhos de Coimbra, Figueira da Foz, Montemor-o-Velho, Miranda do Corvo, Lousã, VN Poiares e Penacova. Segundo a mesma fonte, os distritos de Viana do Castelo, Braga e Porto também foram afetados pelo mau tempo, mas com uma intensidade menor. A tempestade Bruno não afeta diretamente Portugal, mas o sistema frontal que lhe está associado piorou as condições do tempo desde o final do dia de terça-feira. Foram lançados avisos de precipitação, de rajadas e de agitação marítima para o país inteiro, sendo que o aviso laranja foi emitido para os distritos de Viana do Castelo, Porto, Braga, Vila Real e Guarda.