O número de novos casos de cancro em Portugal ultrapassará este ano os 58 mil, com as mortes por doença oncológica a ascenderem a quase 29 mil, segundo estimativas da Agência Internacional para a Investigação do Cancro.
De acordo com os dados hoje divulgados por esta agência da Organização Mundial de Saúde (OMS), um quarto da população em Portugal está em risco de desenvolver cancro até aos 75 anos e 10% corre risco de morrer de doença oncológica.
O cancro colorretal será o tipo de cancro com mais novos casos em Portugal este ano, estimando-se a deteção de mais de 10 mil doentes.
Segue-se o cancro da mama, que deve afetar quase sete mil portuguesas e o da próstata, que será diagnosticado em mais de 6.600 pessoas.
O cancro do pulmão, que é o que mais doentes afeta em termos mundiais, surge em Portugal em quarto lugar de incidência, com a estimativa de mais de 5.200 casos este ano.
Em todo o mundo, mais de 18 milhões de novos casos de cancro e 9,6 milhões de mortes são estimados este ano, segundo a IARC.
Um em cada cinco homens e uma em cada seis mulheres em todo o mundo desenvolve cancro nalguma fase da sua vida.
Os números hoje divulgados estimam que um em cada oito homens e uma em cada 11 mulheres acabem por morrer devido a doença oncológica