Em Newark, Luís Filipe Vieira deixou a garantia de que 2018/2019 «será a época da reconquista» do Benfica. «E de regresso rápido ao nosso ciclo vitorioso e de hegemonia do futebol português», afiançou.

De visita ao Sport Newark e Benfica, onde foi recebido por multidão de adeptos entusiastas, o presidente dos encarnados deixou vincada mensagem de credibilidade e otimismo:

«O Benfica de hoje é um clube moderno, organizado, responsável, sustentável, credível e preparado para continuar a vencer. É um clube que a todos, sem exceção, deve encher de orgulho. O Benfica de hoje é o clube mais rentável de Portugal, é o único clube que consegue que nove dos dez principais patrocinadores sejam multinacionais de referência; é o único clube que está em vias de recuperar os seus capitais próprios a 100 por cento; é o maior clube de Portugal em número de sócios e um dos três maiores do mundo; é o clube português que mais jogadores forneceu às seleções que disputaram o último Mundial; é a base da maioria das seleções jovens nacionais; é o clube que mais títulos conquistou nos últimos cinco anos; é um clube com uma estabilidade diretiva ímpar; é o clube que tem o melhor estádio do País, único capaz de receber finais de Champions ou de campeonatos europeus; é o clube que tem o melhor centro de formação e estágio do País, distinguido recentemente como melhor academia do mundo; é o único clube que enche os estádios portugueses na qualidade de visitante.»

«É por tudo isto que afirmo que não somos grandes, somos gigantes», realçou Luís Filipe Vieira.

Com a nova temporada prestes a ter início, ficou também o apelo à valorização do futebol português: «Torna-se exigível, a todos, mas todos, sem exceção, contribuírem para uma melhoria do ambiente no desporto português. O Benfica saberá honrar a sua história dando um contributo de serenidade e de paz ao futebol português.»