José Peseiro lamentou as notícias sobre alegados aliciamentos a jogadores e resultados combinados que têm abalado do futebol português.
«Isso afeta e envergonha quem está no futebol. É triste e era bom que se deixasse de falar nisso. É algo que penaliza a industria e quem vive desta modalidade. Roça a vergonha. Era bom termos mais tato para defender o futebol português. O que é preciso para melhorar? É preciso que todos os agentes do futebol tenham serenidade e não ponham em causa a idoneidade das pessoas. É preciso para com isso», disse à margem da Gala Quinas de Ouro, que decorre na Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa.
Depois de conquistar, frente ao Aves, o primeiro triunfo desde que assumiu o comando do Vitória de Guimarães, Peseiro vai ter mais um duro teste no regresso ao campeonato após a pausa para as seleções:

– É importante jogar contra o Benfica e contra outros grandes. Estou focado na equipa neste momento. Os objetivos estão longe e as performances não estão ao nível que queremos. Vamos trabalhar para fazer o que o clube projetou.