Fábio Coentrão voltou, quarta-feira passada, a jogar no Estádio da Luz, mas com a camisola do rival Sporting. O internacional português foi muito assobiado pelos adeptos encarnados – que não o esquecem de águia ao peito e não esquecem, igualmente, que publicamente prometeu não jogar noutro clube em Portugal.
Na história há muitos exemplos e em vários clubes, de situações semelhantes, recorde-se Jordão, Pacheco, Paulo Sousa, João Vieira Pinto e Derlei, que passaram a ser jogadores com alguns anticorpos no Estádio da Luz depois de lá terem brilhado e terem passado a vestir a camisola do leão.