João Félix começou por ter estreia a titular incrível, com golo bonito, de pé esquerdo, aos 34 minutos da partida de anteontem com o Aves, mas acabaria por sair ao minuto 53’, lesionado, com o apoio de Ricardo Antunes e Duarte Pinto, médio e enfermeiro dos encarnados, respetivamente. Ontem, e já com praticamente 24 horas passadas sobre o lance em que se lesionou sozinho no pé esquerdo – procurava atacar uma bola na área avense quando pisou mal e acabou por torcer o pé -, os exames realizados ditaram uma previsão de paragem a rondar as duas semanas, o que obriga o jovem atacante de 18 anos a interromper a ascensão na equipa de Rui Vitória e a falhar partidas importantes.

Garantida está, pois, a ausência da nova estrela da formação dos encarnados nas partidas com o Chaves, em Trás-os-Montes, para o campeonato, agendada para a próxima quinta-feira e, também, a visita a Atenas, na Grécia, a 2 de outubro, respeitante à 2.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Provável, ainda que com margem diminuta de esperança de que haja uma recuperação relâmpago, é também o afastamento de João Félix da partida com o FC Porto, no Estádio da Luz, para a Liga, que terá lugar dia 7 de outubro. O clássico, naturalmente, encerra um interesse especial e João Félix sonharia, com certeza, com a possibilidade de brilhar nessa partida contra o clube em que fez parte da formação, antes de mudar-se depois para a Luz.

Depois do golo no derby com o Sporting, que permitiu aos encarnados saírem com um ponto de uma partida bem complicada (1-1, com o empate a chegar perto do final do encontro) e de novo golo importante anteontem, que abriu o marcador diante do Aves, certamente que Rui Vitória estaria a contar com o futebolista para a série de compromissos que aí vem, de elevado grau de dificuldade.

Não obstante, na Luz ficou a sensação de que houve, dentro do azar da lesão do jovem futebolista, alguma sorte, dado que o problema físico não tem a gravidade que chegou a temer-se, sobretudo depois de visionadas as imagens, não apenas do momento da entorse, mas também da dor do futebolista.

Várias lesões graves afetaram o Benfica já esta época – David Tavares, Ebuehi e Corchia -, pelo que os alarmes soaram na Luz.