A Polícia Judiciária deteve homem de 32 anos, em cumprimento de mandado emitido pelo DIAP de Viseu, pela presumível prática de quatro crimes de incêndio florestal em terreno povoado por mato, pinheiro bravo e eucalipto, com elevada densidade e junto a diversas povoações na zona de Mosteiro de Fráguas, Tondela.
Em comunicado, a Judiciária refere que os incêndios ocorreram no início do mês de setembro e que o detido ateou os incêndios com um isqueiro, num quadro de desequilíbrio emocional.
Trata-se de um indivíduo com antecedentes criminais por crimes da mesma natureza, tendo sido já anteriormente julgado e condenado, acrescenta a PJ.
O detido foi sujeito a primeiro interrogatório judicial e foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva.