O comandante dos bombeiros voluntários de Pedrógão Grande, Augusto Arnaut, é ouvido hoje às 14:00 no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Leiria na “qualidade de denunciado”, na sequência dos incêndios daquele concelho, disse fonte dos bombeiros.
Jorge Mendes, da Associação dos Comandos dos Bombeiros de Portugal, que está no Tribunal de Leiria para acompanhar e apoiar António Arnaut, disse desconhecer a existência de outros arguidos na sequência dos incêndios de Pedrógão Grande com exceção do segundo comandante distrital de Operações de Socorro de Leiria, Mário Cerol.
O segundo comandante distrital de Operações de Socorro de Leiria foi constituído arguido na sequência de um inquérito ao incêndio de Pedrógão Grande, que deflagrou no dia 17 de Junho, confirmou o próprio à agência Lusa durante a manhã de hoje.
Mário Cerol, que será o primeiro arguido deste inquérito, disse que foi ouvido na semana passada pelo Ministério Público.