A Câmara Municipal da Guarda adjudicou a requalificação da rotunda que liga a Avenida de São Miguel à Avenida da Estação, junto ao Parque Urbano do Rio Diz.
A intervenção, que inclui a instalação de uma antiga locomotiva vai ser realizada pela empresa António Saraiva e Filhos por 349.900 euros, mais IVA. O prazo dos trabalhos é de 60 dias. De recordar que o primeiro concurso público, com um preço-base de 438 mil euros, mais IVA, ficou deserto e obrigou à readaptação do projeto de forma a reduzir o custo previsto, uma opção que resultou.
O projeto consiste no arranjo das zonas envolventes e da plataforma central da rotunda, onde ficará a locomotiva C.P. 1505, cujos primeiros anos de circulação remontam ao pós IIª Guerra Mundial. Retirada de circulação desde 2000, a máquina irá para a Guarda através de um contrato de cedência por parte da CP, primeiramente durante 10 anos e depois renovável a cada cinco. Em contrapartida, a Câmara tem de fazer um seguro, responsabilizar-se por eventuais despesas de manutenção e assegurar o transporte da locomotiva desde o Barreiro, onde se encontra atualmente.