O comandante do Comando Territorial da GNR da Guarda anunciou ontem que a instituição reforçou o número de “Núcleos de Idosos em Segurança” no distrito com o objetivo de aumentar a segurança daqueles que vivem sós e isolados.
Intervindo em Almeida, na cerimónia comemorativa do 9.º aniversário do Comando Territorial da Guarda e dos 103 anos desde a chegada, em 1914, da primeira força organizada da GNR àquele distrito, o coronel Cunha Rasteiro adiantou que aumentou para o dobro o número de ‘Núcleos de Idosos em Segurança’, contando agora com dez.
No seu discurso, Cunha Rasteiro também deu a conhecer alguns resultados da atividade operacional realizada pela GNR no distrito durante este ano, destacando as 36 mil patrulhas efetuadas, que resultaram em mais de mil detenções e na apreensão de 350 armas. Em matéria de tráfico ou posse de estupefacientes foram detidos 130 cidadãos e apreendidas mais de 25 mil doses de haxixe, heroína, cocaína e drogas sintéticas, entre outras. No que se refere à Investigação Criminal. foram elaborados cerca de 300 inquéritos e detidos 345 indivíduos pela prática dos mais variados crimes. O coronel Cunha Rasteiro disse ainda que o Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas elaborou no corrente ano cerca de 300 inquéritos de violência doméstica, tendo sido detidos 28 indivíduos.
No que respeita à defesa da floresta contra incêndios foram identificados 40 indivíduos suspeitos e efetivadas 11 detenções.