Frederico Varandas estranha que o acordo para a saída de Jorge Jesus contemple cláusula que impede o treinador de falar sobre o Sporting durante determinado período de tempo.

«Porque é que se paga a uma pessoa para se calar? É triste», afirmou o ex-diretor clínico dos leões e candidato assumido à presidência, em declarações à CMTV.