A vereação do atual mandato da Figueira da Foz, que se reuniu, ontem, pela última vez, despediu-se, com troca de elogios e agradecimentos.
João Ataíde, que vai continuar no Municipio, agora com uma maioria absoluta, sublinhou que os “desentendimentos naturais” não impediram um relacionamento político “sempre abordado com cortesia e a elevação que eram necessárias”.
Do PS, saem os vereadores António Tavares e João Portugal, ambos por vontade própria, tal como Tiago Castelo Branco, chefe de gabinete do presidente, que também usou da palavra para agradecer aos presentes e ausentes que com ele se relacionaram durante cerca de seis anos. Teresa Machado, do PSD, por sua vez, põe fim a 16 anos de vereação, ou seja, quatro mandatos consecutivos, repartidos, em partes iguais, pelo poder e pela oposição.
João Armando Gonçalves, também do PSD, despediu-se de oito anos de serviço autárquico, enquanto Anabela Tabaçó e Ana Catarina Oliveira, do mesmo partido, cumpriram um único mandato.

A nova vereação e assembleia municipal tomam posse no próximo dia 20.