Surpreendido por uma lesão de certa gravidade no primeiro treino realizado ao serviço do FC Porto, Canchel Mbemba tem demorado a aparecer no onze portista. O problema físico deixou-o dois meses inativo e o congolês acabou depois por perder o comboio da pré-temporada para voltar apenas no final de setembro e já com a época lançada. Atrasado na preparação e com óbvia falta de ritmo, ficou fora da lista de referência para a Liga dos Campeões.
Esta ausência europeia limitou deveras a ação de Mbemba no grupo e por razões estratégicas o central foi ficando afastado das escolhas preferenciais de Sérgio Conceição. O treinador selecionou a dupla Felipe/Éder Militão como favorita para jogar e nomeou para terceira escolha e alternativa de banco Diogo Leite e Chidozie. Neste critério, o internacional congolês passou de potencial titular para quinto central do grupo.
Perante as circunstâncias e o tremendo azar inicial, Mbemba é o único reforço portista ainda sem qualquer minuto somado esta temporada. Esta falta de rodagem é até um pouco estranha, porque o defesa-central foi a contratação mais difícil de concretizar no mercado de verão e Sérgio Conceição fez tremenda força junto d SAD para que ele fosse resgatado ao Newcastle, mas esta ausência de jogo tem as horas contadas. O congolês vê a sua oportunidade a chegar e está agora preparado para somar os primeiros minutos com a camisola do FC Porto e deve ser titular na Taça da Liga, frente ao Varzim.