Arranca esta terça-feira a fase de grupos da Champions, competição também conhecida por Liga milionária e não é para menos… Os prémios monetários ascendem a um total de dois mil milhões de euros só para a edição 2018/2019 e desse bolo Benfica e FC Porto já garantiram 80 milhões, à razão de 15,25 milhões para cada, só pela entrada na fase de grupos, mais 27,7 milhões para os dragões pela oitava posição no ranking da UEFA a dez anos e mais 26,7 para as águias pelo nono lugar.

Totais: Benfica, €41,95 M; FC Porto, €42,95 M. Depois, vencer (ou empatar) significa… somar. Cada jogo tem orçamento de 2,7 milhões de euros – é este o valor a pagar em caso de vitória. Já nos empates, cada equipa recebe € 900 mil, ou seja, a UEFA gasta um total de 1,8 milhões de euros nesse jogo – os 900 mil que sobram (dos €2,7 M por jogo) serão depois distribuídos pelas vitórias na fase de grupos. Por exemplo, havendo média de quatro empates por grupo, a redistribuição da sobra aumentará o prémio de cada vitória para cerca de três milhões de euros…

A cada fase, serão mais os milhões em caixa, desde o apuramento para os oitavos de final até à conquista do troféu. E, por fim, há ainda as verbas do market pool (15 por cento do orçamento total), mas que nos casos de Benfica e FC Porto serão residuais.