O Ministério Público acusou Marco Gonçalves, ex-jogador do Canelas, de agressão ao árbitro José Rodrigues no jogo com o Rio Tinto, a 2 de abril.

A acusação diz que o atleta, 34 anos, «agarrou o juiz pelo pescoço, fazendo-lhe uma gravata e agredindo-o com o joelho», tese que sustenta assim a prática de um crime de ofensa à integridade física qualificada e de ameaça agravada.