A Câmara Municipal (CM) de Coimbra organiza, nos dias 12 e 13 de outubro, mais uma edição da Mostra de Doçaria Conventual e Regional de Coimbra, que decorre no Quartel da Brigada de Intervenção (BrigInt), antigo Convento de Sant’Anna, junto ao Estabelecimento Prisional de Coimbra. A iniciativa, que promove o património doceiro de Coimbra, estará de portas abertas no sábado, das 14h00 às 23h00, e no domingo, das 10h00 às 19h00, sendo de entrada livre.

A décima primeira edição da Mostra de Doçaria Conventual e Regional de Coimbra conta com a participação de 42 expositores doceiros, um dos quais, de Alicante (Espanha).O destaque do certame é a herança doceira, legado decongregações religiosas dos três conventos de Coimbra – Celas, Santa Clara e Sant’Anna –, de que são exemplos o pastel de Santa Clara, a arrufada de Coimbra e o pudim das Clarissas, doces apurados para a final do recente concurso “7 Maravilhas Doces de Portugal”, promovido pela RTP.

À forte promoção do património doceiro de Coimbra e da região centro, cujos expositores que o representam preenchem cerca de metade do número total de participantes no certame, juntam-se outras especialidades, que alargam a proveniência e a variedade da identidade histórico-cultural da confeitaria nacional.

Além dos doces conventuais e regionais de Coimbra e da região centro, disponibilizados por expositores oriundos de Alcobaça, Alfeizerão,Ançã, Aveiro, Figueira da Foz, Lamego, Leiria, Lorvão, Ovar, Pereira, Pombal, Santarém, Tentúgal e Tomar poderão, ainda, ser degustados doces típicos da região norte (Amarante, Braga, Cabeceiras de Basto, Caldas de Vizela,Felgueiras, Régua, Santa Maria da Feira e Vila Real) e do sul do país (Évora e Reguengos de Monsaraz).

A notável arte de manusear ingredientes como o açúcar, os ovos, a farinha, a amêndoa, entre outros, poderá ser comprovada pelos visitantes ao saborearem especialidades doceiras como as queijadas, as talhadas de príncipe, os suspiros, o bolo do Bussaco, as fogaças e regueifas de Santa Maria da Feira, o pão de ló de Margaride, de Ovar e de Alfeizerão, a barriga de freira, os rebuçados da Régua, os travesseiros de Lavos, os ovos moles de Aveiro, o bolinhol, as cavacas de Amarante, as cristas de galo, as fatias de Tomar, as nevadas de Lorvão, as brisas do Liz, o pudim abade de Priscos, o toucinho do céu, a sericaia, os figos da Foz, os celestes de Santarém ou o morgado alentejano, entre muitos outros exemplares que, por certo, farão juz à riqueza dos nomes, das formas, das cores mas, acima de tudo, da qualidade dos sabores inigualáveis da doçaria conventual e regional que Portugal oferece a quem nos visita.

Nesta edição do evento, à semelhança das anteriores, de forma a complementar a vertente tradicional da arte de confecionar doces, associam-se os licores e as compotas, importante contributo para o reforço do posicionamento de Coimbra e da região centro neste setor, que alcança uma importância cada vezmaior no contexto cultural, social, económico e turístico do país.

A “Colares Editora”, de Sintra, responsável pela linha editorial, pioneira a nível nacional, ligada ao estudo da alimentação, assim como o artesanato local, representado pela tecelagem de Almalaguês (adereço que surge em inúmeras descrições coevas relacionadas com o requinte e oferta de doces), através da presença da Associação para a Preservação das Tradições Locais “Herança do Passado”, e por Maria José Nogueira, artesã conimbricense, na área dos registos de Santos (atividade outrora desenvolvida pelas religiosas como complemento económico para superar as dificuldades financeiras que levaram à extinção das ordens religiosas) marcam, também, presença na Mostra de Doçaria.

Esta edição, organizada pelo Município de Coimbra, conta, uma vez mais, com a colaboração da Brigada da Intervenção e da Associação de Doceiros de Coimbra, sendo um projeto enquadrado na candidatura da Região de Coimbra – Turismo – a Região Europeia da Gastronomia 2012, cofinanciado no âmbito do Projeto Cidades CenCyL +, POCTEP 2014-2020,do programa INTERREGEspaña/ Portugal.

Programa:

A quinta edição do Concurso de Doçaria Conventual e Tradicional, organizado pela Associação de Doceiros de Coimbra (ADOC), realiza-se pelas 15h30, apelando à adesão dos doceiros que integram a Mostra, com a respetiva entrega dos Prémios prevista para as 15h00 de domingo.

A Cooperativa Bonifrates protagonizará o primeiro apontamento no âmbito da animação cultural do certame, através da apresentação do espetáculo teatral intitulado “O coro das freiráticas”, às 16h00. Segue-se uma atuação, pela Tu Na D’ESTES (às 16h30) e, pelas 18h00, um espetáculo a cargo do Coro Alma de Coimbra.

O encerramento da animação, no sábado, acontecerá pelas 21h30, com um espetáculo pelos Antigos Tunos da Universidade de Coimbra.No domingo, a Mostra de Doçaria reabre ao público às 10h00.

No período da tarde, à entrega dos prémios do 5.º Concurso de Doçaria Conventual e Tradicional (pelas 15h00) sucedem-se quatromomentos de animaçãocultural diversificada:o primeiro, às 15h30, constará de uma atuação do Coro da Ordem dos Médicos; o segundo, previsto para as 16h30, proporciona um workshop de doçaria conventual, intitulado “O saber do comer”, desenvolvido pela Associação de Doceiros de Coimbra;“O Canto dos Dias”, espetáculo a cargo do Grupo de Etnografia e Folclore da Academia de Coimbra (GEFAC) é apresentado ao público a partir das 17h00; o certame encerra com uma exibição da Fanfarra do Exército, às 18h15, pouco tempo antes do encerramento do evento ao público que acontece às 19h00.

 Participantes

A Brasileira | Coimbra

Abadia de Alcobaça | Alcobaça

Associação Gastronomia Figueira com Sabor a Mar | Figueira da Foz

Bolo de Ançã Avó Madalena | Ançã

Brisadoce | Amarante

Café Santa Cruz | Coimbra

Cafetaria D. Sesnando | Tentúgal

Casa das Festas | Ovar

Casa de Encosturas | Cabeceiras de Basto

Casa do Bolinhol Kibom| Caldas de Vizela

Casa do Pão-de-ló | Alfeizerão

Casa dos Doces Conventuais| Alcobaça

Casa Lapão | Vila Real

Celestes & Companhia | Santarém

Confeitaria Conventus | Évora

Confraria dos Sabores de Coimbra | Coimbra

Convento do Louriçal | Pombal

Delícias do Castelo | Santa Maria da Feira

DeMaria Doçaria | Leiria

Doçaria História à Mesa | Braga

Doces Conventuais Paula Rosa | Reguengos de Monsaraz

Douro’sFlavours | Lamego

Lágrima do Mondego | Coimbra

O Cordel Maneirista| Coimbra

Pão-de-ló de Margaride/Antonio Lopes | Felgueiras

Pastelaria Arco Íris | Coimbra

Pastelaria Briosa do Mondego | Coimbra

Pastelaria Latina | Aveiro

Pastelaria Moinho Velho | Coimbra

Pastelaria O Mosteiro | Lorvão

Pastelaria Tamoeiro | Coimbra

Pastelaria Templária| Tomar

Pastelaria Tertúlia dos Sabores| Coimbra

Pastelaria Tosta Rica | Coimbra

Pastelaria Vasco da Gama | Coimbra

Pastelaria Vénus | Coimbra

Pastelaria Visconde | Coimbra

Pedaços Gulosos | Figueira da Foz

Ponto Rebuçado Doçaria | Leiria

Queijadinha – Doçaria Conventual | Pereira

Rebuçados da Régua | Régua

Participantes internacional

Doces de Alicante | Espanha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here