O Pavilhão Multiusos de Guimarães é hoje palco da final do Festival da Canção, na qual será escolhido o sucessor de Salvador Sobral para representar Portugal no Festival Eurovisão da Canção, que decorre em maio em Lisboa.

Na final competem 14 temas, escolhidos em duas semifinais, que decorreram a 18 e 25 de fevereiro em Lisboa e ficaram marcadas por duas polémicas.

Da primeira semifinal saíram: “Só por Ela” (composta por Diogo Clemente e interpretada por Peu Madureira), “(sem título)” (Janeiro), “Para sorrir eu não preciso de nada” (Júlio Resende/Catarina Miranda), “Pra te dar abrigo” (Fernando Tordo/Anabela), “Anda estragar-me os planos” (Francisca Cortesão/Joana Barra Vaz), “Zero a zero” (Benjamim/Joana Espadinha) e “Sem medo” (Jorge Palma/Rui David).

Na segunda foram apuradas: “O Jardim” (Isaura/Cláudia Pascoal), “Bandeira Azul” (Tito Paris/Maria Inês Paris), “Patati Patata” (Paulo Flores/Minnie & Rhayra), “O Voo das Cegonhas” (Armando Teixeira/Lili), “Amor Veloz” (Francisco Rebelo/David Pessoa), “Sunset” (Peter Serrado) e “Mensageira” (Aline Frazão/Susana Travassos).

A votação final será obtida, em igual valor, pela pontuação dada por um júri regional e pelo público, através de televoto.
O público começou a votar na segunda-feira à tarde, dia em que a RTP divulgou os números de telefone de cada canção, e abriu as votações.

A final do Festival da Canção será transmitida em direto na RTP1, RTP Internacional e RTP Play.

O vencedor do Festival da Canção irá participar em maio no Festival da Eurovisão da Canção, que este ano se realiza em Lisboa.
Em 2017, Salvador Sobral venceu o Festival da Eurovisão da Canção com o tema “Amar pelos dois”.