Seis pessoas de nacionalidade espanhola foram detidas e dez polícias ficaram feridos em protestos ontem no bairro madrileno de Lavapiés contra a morte, devido a uma paragem cardíaca, de um imigrante senegalês quando alegadamente quando fugia da polícia.
Segundo um porta-voz da polícia madrilena, citado hoje pela agência EFE, entre os detidos está uma mulher e um menor, sendo que os agentes apresentam ferimentos ligeiros.
A mesma fonte refere que durante os protestos, que começaram pelas 20:50 locais (menos uma hora em Lisboa) de quinta-feira e se prolongaram até às 01:30 de hoje, registaram-se inúmeros danos, incluindo em três agências bancárias, às quais acederam algumas pessoas que roubaram diverso material.
Nos protestos, os manifestantes fizeram barricadas, e incendiaram contentores e mobiliário urbano, tendo os bombeiros sido chamados a apagar chamas em dois edifícios.