Pela primeira vez em 2018, o FC Porto goza do privilégio de ter uma semana completa de trabalho entre duas partidas. Os dragões jogaram domingo à noite em Paços de Ferreira e voltam apenas à ação sábado à noite no derby tripeiro, assegurando uma margem importante de seis dias para planear o encontro com o Boavista e dar uma resposta poderosa ao mini ciclo de dois jogos sem ganhar e marcar golos.
O facto de lidar com uma semana de trabalho completa no contexto atual é uma bênção para os dragões. Esta pequena paragem permite equilibrar a equipa no plano físico e ainda recuperar o grupo de trabalho de todo o desgaste emocional e carga elétrica gerados pela intensidade das últimas semanas, com 17 jogos neste brutal contexto de janeiro para cá, incluindo as duas partes do jogo no Estoril.