Os cadáveres de um homem e uma mulher, com idades compreendidas entre os 35 e os 40 anos de idade, apareceram dentro de um automóvel na Rua do Campismo, em Madalena, Vila Nova de Gaia, disseram à Lusa fontes da PSP e da Proteção Civil do Porto.

“Um casal entre os 35 e os 40 anos estão cadáveres numa viatura ligeira de passageiros na Rua do Campismo, na Madalena”, disse à Lusa fonte do piquete da PSP do Porto.

A PSP colocou um perímetro de segurança no local onde se encontra a viatura com as duas vítimas mortais para “preservação do local” enquanto se aguarda a chegada da Polícia Judiciária para averiguar o que ocorreu.

Fonte da PSP avançou à Lusa que a Polícia Judiciária se deslocou hoje de manhã ao local onde foram encotrados os cadáveres de um homem e uma mulher, com idades compreendidas entre os 35 e os 40 anos de idade, dentro de um automóvel na Rua do Campismo, e que a zona permanece com o perímetro de segurança.

A PSP vai enviar uma “automaca” (viatura da PSP destinada à remoção dos cadáveres) para o local para transportar os corpos para o Instituto de Medicina legal do Porto, acrescentou a mesma fonte.

No local estão a Polícia Judiciária, uma equipa da Divisão de Investigação criminal (DIC) da PSP do Porto, um oficial de prevenção e ronda que está a comandar os elementos da PSP no terreno e está também uma patrulha da PSP.

O primeiro alerta da ocorrência foi registado pelo número de emergência 112, onde o pedido de ajuda chegava com a informação de que havia um casal inanimado num carro.

Uma equipa do Instituto de Medicina de Emergência Médica (INEM) deslocou-se ao local, mas depois de verificar que havia vítimas mortais solicitou a ajuda da PSP.

A Lusa contactou o INEM através do Gabinete de Comunicação e Imagem, mas a chamada foi para o atendedor de chamadas remetendo para um “horário em dias úteis”.

O alerta das duas vítimas mortais que apareceram no interior de um carro ligeiro perto da Praia da Madalena chegou à Proteção Civil às 09:45 via SMS, disse à Lusa fonte daquela autoridade local.